Como começar a prestar consultoria à distância

Começar um novo negócio é sempre um desafio. Por isso, criamos um guia sobre como prestar consultoria à distância para ajudar você a trilhar novos caminhos no âmbito da tecnologia e expandir seus empreendimentos. Confira.

Consultoria a distância

Para começar a prestar consultoria à distância, você precisa investir um pouco mais para divulgar seus trabalhos. É necessária uma rede de networking, a escolha de um bom aplicativo de chamadas para fazer as reuniões e um planejamento específico de planos de atendimento para o serviço online.

Hoje em dia, os empreendimentos remotos vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios. Os empresários dos tempos atuais sabem que começar um negócio em casa pode ser uma boa ideia para testar o empreendimento sem gastar muito logo de início.

Empresas que prestam consultoria online diminuem muito os custos de operação. Afinal, não é preciso abrir espaço físico, pagar aluguel, funcionários extras e todas essas burocracias.

Todos esses fatores aliados à prestação de serviços à longa distância - um consultor poderá, por meio da consulta online, atender pessoas de outros estados ou até mesmo países! - têm se mostrado motivos suficientes para começar a empreender no ramo digital.

E, se você pretende começar um serviço de consultoria online, não se preocupe! Este artigo explica tudo o que você precisa saber sobre o assunto, desde como dar o primeiro passo até quanto cobrar por esse trabalho

Como abrir uma empresa de consultoria online

O primeiro passo para quem quer abrir uma empresa de consultoria online é fazer um CNPJ como autônomo. Fazer um cadastro como Microempreendedor Individual (MEI) é rápido e o processo pode ser feito diretamente pela internet.

Ter um CNPJ permite que você emita notas fiscais de serviço eletrônicas (NFS-e), que servem como um comprovante do serviço prestado ao seu cliente. Quem faz consultoria para empresas, por exemplo, precisa emitir esse documento.

Nesse processo, você deve escolher a atividade exercida dentro da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) para poder registrar sua empresa. Ao fazer isso, você também define sua área de atuação.

Depois disso, o ideal é que você contrate um contador para auxiliá-lo no processo de escolha e definição do formato jurídico e do enquadramento tributário da sua empresa. Só a partir daí é que sua empresa estará apta para começar as operações oficialmente e de acordo com a lei.

Como prestar consultoria online

Existem alguns passos fundamentais sobre como prestar consultoria pela internet que você precisa saber. De forma geral, o serviço é o mesmo do que o prestado presencialmente, mas a forma de divulgar e conquistar a clientela é um pouco diferente.

Confira, nos próximos tópicos, algumas dicas que vão auxiliar você na hora de prestar esse serviço de forma online.

Escolha um bom aplicativo para fazer seus atendimentos

Existem alguns bons aplicativos para reuniões na internet que você pode escolher para ser o intermediador das suas consultorias.

A decisão parece fácil, mas pode se tornar difícil quando você conhece todas as particularidades de cada ferramenta. Algumas apresentam recursos que não existem em outras, e isso pode fazer toda a diferença para o seu negócio.

Confira a lista dos melhores programas online e gratuitos que permitem videochamadas para serviços de consultoria logo abaixo.

1.  Google meet

O aplicativo do Google para chamadas veio para facilitar a vida de todo mundo. O recurso é gratuito, super funcional e as reuniões são ilimitadas, tanto no quesito tempo quanto no número de chamadas que você realiza.

Dentre as ferramentas do meet, você encontra um bate-papo e opções de compartilhar a tela - para que o seu cliente possa ver uma apresentação, por exemplo. A interface é bem simples e intuitiva, o que facilita até mesmo para novos usuários que temem em não se acostumar com a ferramenta.

O aplicativo pode ser baixado ou acessado pelo próprio navegador. E não tem que se preocupar com segurança! Só entra na reunião quem tiver o link e o dono da sala deve autorizar a entrada do convidado.

2.  Skype

Esse é, de longe, o aplicativo mais famoso e tradicional para videochamadas. Ele apresenta, além dos recursos de vídeo e bate-papo, uma página inicial com todos os seus contatos e permite que você faça ligações sem custos para outras pessoas que também tenham o skype.

Ao contrário do meet, o Skype precisa ser baixado no seu computador e você precisa adicionar o contato para o qual quer fazer uma ligação. Ou seja, seu cliente também precisa ter o software baixado.

3.  Zoom

A versão gratuita do zoom permite que você faça videoconferências com até mil usuários na sala por até 40 minutos. Com o recurso de um quadro branco e espaço para anotações, a ferramenta é perfeita para webinars.

O único ponto negativo é a limitação de tempo na versão gratuita da plataforma.

4.  BigBlueButton

A quarta ferramenta da nossa lista ficou muito famosa com o avanço da educação à distância. Muitas universidades têm utilizado o BigBlueButton como plataforma para aulas, já que é possível compartilhar vídeos, transmitir a tela, ter um espaço de notas compartilhadas, bate-papo e o principal: um quadro branco interativo.

Também é possível carregar apresentações e PDFs na plataforma, além de criar salas de apoio simultâneas para atividades em dupla ou grupo, o que torna o BigBlueButton uma das melhores ferramentas para aulas online ou consultoria em educação, por exemplo.

5.  WhatsApp para desktop

Sim! Agora o WhatsApp para desktop permite chamadas de vídeo no computador. A atualização foi muito esperada por aqueles que utilizam o aplicativo para trabalho e não estão o tempo todo com o celular na mão.

A única desvantagem é que o aplicativo faz as chamadas de vídeo, mas não apresenta quaisquer outros recursos como os outros programas citados por aqui. No entanto, pode ser uma boa opção para aquelas conversas rápidas com os clientes, não é?

Faça sua empresa ter presença profissional nas redes sociais

Você já deve estar ciente de que ter um perfil nas redes sociais para a sua empresa é muito importante para divulgar os trabalhos, certo?

Quase todo mundo já está na internet de alguma forma e seria um desperdício de recursos se a sua empresa existisse apenas no mundo offline, principalmente quando você quer começar um negócio de consultoria à distância, não é mesmo?

Existem plataformas sociais voltadas especialmente às empresas hoje em dia, o LinkedIn, por exemplo, é a mais famosa delas. Todos os usuários estão lá para apresentar os seus negócios ou serviços e você não pode ficar de fora de redes como essa!

Criar uma conta no LinkedIn e começar a fazer conexões é aumentar sua rede de networking, tanto para parceiros quanto para procurar funcionários que colaborem com a expansão do seu negócio. E que tal investir em marketing para encontrar potenciais clientes nessa rede social?

A mesma coisa acontece com o Instagram. Criar conteúdo sobre o que você tem a oferecer como consultor de determinado assunto faz com que as pessoas confiem em você quando precisarem resolver algum problema sobre o qual você é especialista.

Todos esses tópicos nos levam ao próximo ponto. Já pensou como divulgar sua empresa?

Crie uma boa estratégia de divulgação

Em tempos de mídias sociais, somos bombardeados com informação de todos os lados. O que você pode fazer para que o seu negócio chegue aos seus clientes em potencial sem ser ignorado ou sem parecer algo forçado?

O marketing digital e a divulgação de um empreendimento são a alma do negócio nesse caso. É através da propaganda que você vai atrair um novo público e fazer com que as pessoas conheçam o seu trabalho.

Você pode investir em anúncios pagos nas redes sociais para atingir o público que deseja, por exemplo. Essa pode ser uma boa estratégia para quem está começando do zero e ainda não tem autoridade na área para ser conhecido pelo que faz.

Depois, que tal procurar por alguns parceiros? Busque por empresas ou influenciadores que estejam ligados ao seu ramo e ofereça descontos nos serviços prestados em troca de divulgação. Essa é uma boa forma de atingir os seguidores de uma marca, já que eles provavelmente seguem a conta por afinidade ou por consumirem o produto ou serviço que você está oferecendo.

Lembra também da questão de criação de conteúdo que mencionamos antes? Essa é outra forma de atrair clientes. Peça para os seus amigos compartilharem as postagens, isso também faz com que o seu conteúdo chegue a novas pessoas.

Especialize-se na área

Nada melhor para ser considerado uma referência no assunto do que ter autoridade sobre o que se está falando, não é mesmo?

É verdade que você pode abrir uma consultoria em qualquer área, mas nem todo mundo pode fazer qualquer coisa! Para passar confiança para a sua clientela, é interessante que você tenha formação na área ou esteja, no mínimo, sempre correndo atrás de informação e atualizações sobre o assunto.

Hoje em dia, é possível encontrar na internet plataformas especializadas em cursos online e mentoria para diversos assuntos, alguns desses eventos são até mesmo gratuitos. Que tal experimentar alguns webinars, cursos online e conferências sobre o assunto do qual você trata em suas consultorias?

O LinkedIn, rede social bem importante para profissionais, como já mencionamos por aqui, tem uma área especial no perfil de cada usuário para a formação acadêmica e cursos na área, e você pode usar e abusar daquela caixinha.

Quanto mais especializado você for, mais credibilidade você terá, e também poderá cobrar mais sobre os seus serviços. Falando nisso…

Quanto cobrar por consultoria online

Quem está começando um empreendimento de consultoria à distância provavelmente não sabe exatamente como funciona a questão de custos e quanto deve receber por esse serviço, e isso é normal em qualquer área.

Por mais que não haja uma resposta exata acerca da quantia a ser cobrada pela prestação desse serviço de forma online, existem alguns parâmetros que podem influenciar no preço da sua hora trabalhada.

Por exemplo, confira alguns aspectos que você deve considerar na hora de estabelecer o preço da consultoria online:

  • Despesas com internet.
  • Investimento em cursos e especializações.
  • Mensalidade de recursos extras, caso você opte por utilizá-los, como LinkedIn Premium, versão completa para negócios dos aplicativos de videoconferências e afins.

Vale a pena também pensar no quanto você gostaria que o cliente pagasse por uma hora do seu tempo. Afinal, quem presta serviços está vendendo o seu tempo e você deve considerar o quanto isso vale para você.

Obviamente, nada de pesar a mão e inventar valores do nada. É preciso fazer, por exemplo, uma pesquisa de mercado. Faça uma estimativa do quanto a concorrência cobra pelos mesmos serviços.

Ter uma base de quanto os especialistas no assunto cobram faz com que você não exija um valor estratosférico e acima do mercado, mas também não permite que você desvalorize o seu trabalho com valores muito abaixo da média.

Uma boa dica para conquistar e manter os clientes fiéis aos seus serviços (afinal, fidelizar a clientela é o que faz seu negócio ter uma estabilidade mais garantida) é fazer planos de serviços distintos, oferecendo, por valores diversificados, serviços de consultoria especiais.

Em um pacote, você pode oferecer consultoria inicial e acompanhamento por 3 meses por um valor X, por exemplo, enquanto um pacote mais em conta pode oferecer uma consultoria de 2 horas mais material de orientação padrão por e-mail por valor Y.

São vários os planos que você pode criar baseados na sua criatividade. Assim, os clientes saberão que há um plano pensado para cada situação, dando credibilidade ao seu negócio e valorizando o profissional hábil que você certamente é.

Feita a escolha da plataforma, a divulgação do seu serviço e depois de ter montado uma boa planilha de preços, é hora de começar as operações e colocar em prática aquilo que você faz de melhor. Boa sorte!

, enviamos uma cópia para o seu e-mail!

O download já começou. Caso não tenha iniciado, confira seu e-mail.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário