Guia prático: como trabalhar em home office

Nos últimos meses, ocorreu uma aceleração da concretização de uma prática que já existia: o trabalho em regime de home office. Entenda tudo sobre essa modalidade e aumente a sua produtividade.

Trabalho home office

A tendência que já vinha se desenhando virou realidade e foi concretizada em 2020. Neste ano, é impossível falar em trabalho sem citar essa modalidade.

E isso porque o trabalho em home office, segundo uma pesquisa realizada por nós, da Gestaum Lab, confirma o que os praticantes, antes raros, já sabiam: há aumento na produtividade.

A ideia de criar um guia prático para trabalhar remotamente foi pensada a partir dos resultados que coletamos, já que eles demonstram que o futuro já chegou.

Ficarão no passado aqueles que - logicamente, a depender do setor de mercado em que atuam - não abraçarem essa causa.

Resultados da pesquisa home office

Para confirmar o que estamos citando, em abril de 2020, entrevistamos 253 pessoas que trabalham em regime remoto.

Independentemente do fato de algumas dessas pessoas já trabalharem nesse modelo (49% dos entrevistados) ou terem começado neste ano (48,5% dos entrevistados) em decorrência do isolamento social, as respostas surpreenderam toda a nossa equipe, confirmando o que algumas pessoas sempre disseram.

Estamos falando de produtividade, indicador que aumentou, segundo os relatos de quase 60% dos entrevistados.

Mesmo que o trabalhador esteja em casa, dividindo espaço com familiares, pets, filhos pequenos ou não, o fato é que estar em casa permite um maior aproveitamento da qualidade do tempo, já que não há trânsito para pegar, por exemplo.

Além disso, nossa pesquisa sobre home office revelou que esse tempo em casa aumentou o interesse dos trabalhadores por estudarem mais. Com tanta oferta de bons cursos online, isso é extremamente importante, demonstrando a proatividade dos colaboradores realmente interessados em seu trabalho.

Para darmos sequência no nosso guia prático para um bom desempenho no trabalho de casa, é importante apresentar mais um dado da nossa pesquisa:

  • 41,7% concordam que sua produtividade aumentou, mesmo tendo filhos pequenos;
  • 61,6% dividem o espaço de home office com filhos maiores, outras pessoas da família ou outros adultos e também notaram maior produtividade; e
  • 56,4% tem o espaço só para si.

Ou seja, é importante pensar em otimizar esse espaço - e nós vamos mostrar como!

Como funciona o trabalho home office

Local de trabalho

Antes de mais nada, lembre-se que é perfeitamente possível trabalhar de qualquer lugar, não necessariamente de um escritório em casa, o que seria uma tradução literal da expressão em inglês "home office".

É que dá para trabalhar de uma cafeteria, de um hotel ou da casa de outra pessoa, desde que haja acesso à internet e que o colaborador entregue o que tiver sido combinado entre ele e a empresa - afinal de contas, ainda se trata de um trabalho e há deveres a serem cumpridos.

Horários de trabalho

Dito isso, quanto ao lugar, é importante deixar bem definidos os horários, já que com a tecnologia parece que estamos disponíveis o tempo inteiro. Obviamente, responder uma ou outra mensagem fora do horário combinado, desde que isso seja exceção, pode ser até benéfico.

Mas as empresas que fizerem isso devem confiar no perfil dos seus trabalhadores e evitar transformar essa prática em hábito.

Além do local e horários, outra coisa que deve ficar muito bem clara entre as duas partes (empregado e empregador) é o meio de comunicação: seja WhatsApp, Skype ou qualquer outro aplicativo, é importante que haja um canal de comunicação oficial. Até mesmo o e-mail é válido, desde que tudo seja previamente acordado.

Aspecto legal

Agora, falando no aspecto legal dessa modalidade, a sugestão é que haja um aditivo no contrato de trabalho para que tudo fique sempres às claras para as duas partes.

Por causa do coronavírus, as empresas puderam instituir o trabalho remoto sem a necessidade de aditivos contratuais, mas não é o recomendado. Além disso, todas as despesas deverão ser pagas, se houver.

Por outro lado, para trabalhar remotamente, não há necessidade de alteração salarial caso o empregado mantenha suas funções e carga horária.

O ideal é que a empresa também se ofereça para arcar com custos de implementação da tecnologia necessária na casa do colaborador, como internet e até mesmo equipamentos, como computadores.

Tudo, claro, deve ser discutido, com base no princípio da boa-fé, entre as duas partes, já que não existe nenhuma determinação legal expressa, nesse sentido.

O que pode haver é que, se por falta de condições de trabalho o colaborador não puder trabalhar, deverá, ainda assim, receber o seu salário.

Como trabalhar home office

Agora que você já sabe tudo sobre o local, horários e aspectos legais desse tipo de trabalho, é hora de focar na sua produtividade. Para isso, sugerimos que você crie um ambiente super agradável para você.

Aproveite que não há mais necessidade de frequentar uma sala da empresa e personalize o seu cantinho com flores, snacks, água, quadrinhos e tudo mais que você sentir que estimulará sua concentração e criatividade.

Assim, o colaborador evita dispersar sua atenção em meio a uma bagunça despropositada. Lembre-se, também, de manter o sinal de internet ativo e com bom alcance em relação à distância do modem e do computador (ou outro dispositivo pelo qual você trabalha).

Considere deixar sempre a postos:

  • agendas;
  • calendários;
  • telefone;
  • carregadores de celular e computador (ou dos outros dispositivos utilizados);
  • canetas;
  • lápis;
  • borrachas;
  • livros, se precisar consultar;
  • mesa e cadeira adequadas e ergonômicas, considerando as alturas confortáveis e ideais para o seu corpo;
  • transforme suas pausas em brincadeiras com os filhos, voltinhas para levar o pet na rua ou o que mais te deixar feliz - desde que você entregue o que precisar entregar.

Vale lembrar que é preciso reconsiderar, ao trabalhar dessa maneira, as atividades domésticas, já que elas podem ser intercaladas com o seu trabalho, se isso proporcionar prazer. Quer um exemplo?

Ao parar para tomar um café, dá para estender umas roupas no varal. Ao final do dia, você já terá terminado tudo. Isso é aumentar a produtividade, tanto no trabalho quanto no pessoal.

A otimização do tempo significa ter mais tempo de qualidade em cada momento da vida, junto com a família ou mesmo sozinho, se for o seu caso.

O que importa é ser responsável e manter a disciplina, lembrando sempre de conferir os afazeres diários prometidos para empresa, respeitando prazos, horários e demais combinados.

Concluímos que estar em casa (ou num local que a pessoa realmente goste), perto da família e sem perturbações externas (como pegar trânsito, por exemplo) são excelentes motivadores para as empresas e trabalhadores.

Contudo, ainda assim, é preciso manter um aspecto de trabalho, nem de festa e nem de excessos. Por isso se fala tanto em disciplina no teletrabalho.

É preciso aumentar essa característica para não se dispersar com outras funções domésticas (ou com a vida acontecendo lá fora, caso você prefira trabalhar de uma cafeteria).

Trabalho é trabalho e o nosso lar é sempre o nosso refúgio. Quando há possibilidade de os unir, a produtividade cresce, bem como os índices de satisfação pessoal e profissional.

Aproveite essa oportunidade para estudar mais e conhecer mais números impressionantes da nossa pesquisa enquanto você para e bebe um copinho d'água!

, enviamos uma cópia para o seu e-mail!

O download já começou. Caso não tenha iniciado, confira seu e-mail.

O que você achou do post?

2 Respostas

Deixe seu comentário